Cozinha de Bebete se apresenta no Festival de Inverno de Amparo

iedacruz_03

A Cozinha de Bebete, um projeto de samba cujo repertório homenageia o partido-alto, o samba-rock, o samba enredo, os sambas baianos, os paulistas e os cariocas, vai se apresentar às 21h, no sábado (27/07), no Festival de Inverno de Amparo, que começou no dia 5 de julho. Os cantores, compositores e instrumentistas Ieda Cruz e Josimar Pereira idealizaram o grupo, formado por Ieda no violão, Josimar no cavaco e no violão, Cris Monteiro e Magrão na percussão, e Gláucio Santana no trombone. Salvo o trombonista, nessa roda de samba todos cantam, sendo Ieda Cruz a voz principal. No repertório: Originais do Samba, Martinho da Vila, Chocolate da Bahia, e também Paulinho da Viola, Clara Nunes, Adoniran Barbosa, Ataulfo Alves, João Bosco, Seu Jorge, Roberto Ribeiro, Doris Monteiro, Zeca Pagodinho e João Nogueira, além de sambas compostos por Ieda.

entresons press: Purgatorium 90 ferve com rock e “Esquizofrenia”

482452_284789811658351_1405389533_n

O Purgatorium 90 abre a programação da semana nesta quinta-feira (25/07) com a festa “Rock in Stroll Party”, comandada pela DJ Vanessa Porto. A festa é realizada por Vanessa desde 2009 e tem como objetivo tocar o melhor do rock nacional e internacional, apresentando desde Titãs a Lemonheads. Ela estará acompanhada dos convidados especiais Pedro Lattari, Carol Pink e David Rock. O som começa às 22h.

Estreia a festa Rockmore no Purgatorium 90

Rockmore

Nesta quinta-feira (11/07), a partir das 21h, estreia a festa Rockmore no Purgatorium 90, o novo espaço underground da Rua Augusta, em São Paulo. O som será comandado pelas DJs Janaina Ramassotti – que toca na casa pela primeira vez – e Letícia Y, conhecida por promover a festa “Propaganda”, cuja última edição rolou no Cine Joia. No set list, rocks clássicos e sons de bandas pouco conhecidas.

Frevo ganha documentário e novo disco da Spok Frevo

Spok Frevo Maestro

Com apoio de leis de incentivo à cultura, o frevo está mais que reverenciado, especialmente entre os meses de agosto de setembro de 2013, com o devido respeito histórico e a prova de que o ritmo brasileiro tem ainda muito espaço para inovações. Isso porque o documentário “Sete Corações”, que revela as lembranças de sete mestres vivos do frevo em Pernambuco, ficará pronto até setembro, como afirma a diretora Andrea Ferraz. A ideia do longa metragem nasceu da luta do maestro Spok em manter viva a história desse gênero que tem 106 anos. E, em agosto, a Spok Frevo Orquestra lança o segundo disco, batizado de “Ninho de Vespa”, que leva o nome de um frevo de Dori Caymmi e de Paulo César Pinheiro, com a participação do próprio Dori e de outros 12 convidados, como Nelson Ayres e Hamilton de Holanda.

entresons press: da Penha para o purgatório

Nei Máquia Sonora

Após 26 anos trabalhando como técnico da Eletropaulo, Nei Magalhães se aposentou e resolveu criar a Máquina Sonora, uma web rádio que foi inspirada na rádio online criada pelo seu amigo DJ Morcegão, que era da Kiss FM e também discotecava para grupos de motociclistas, entre eles o grupo de triciclos que Ney participa, a “Confraria Velotroll”. “Comecei a trabalhar informação de como montaria uma web rádio. Em dez dias eu já tinha o meu registro e transmissor. De lá prá cá, só me dá alegria”,diz Nei, que espera fazer uma festa para o aniversário de um ano da Máquina Sonora, em agosto. Além de ser um dos locutores da rádio e DJ, Ney também leva muito rock para festas de motoclubes e bares na Rua Augusta, em São Paulo. Na próxima segunda-feira, véspera de feriado, ele estará com a sua Maquina Sonora no Purgatorium 90, a partir das 21h.

O voo da Saracotia

Foto Saracotia

Não é de alpiste que vive a saracotia, a mais nova ave mitológica do Brasil, que pousou de repente no puleiro da imaginação do baterista Marcio Silva. Ao acordar, ela veio instantâneamente. Ele fez uma busca na web para saber se a palavra existia e tudo que achou foi saracotear, o que tem muito a ver com o som que ele faz com Rafael Marques (bandolim de dez cordas) e Rodrigo Samico (violão sete cordas). Saracotia cantou mais alto, fez-se ave do trio pernambucano de música instrumental brasileira criado em setembro de 2008, cujo primeiro disco foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira, em sua última edição, nas categorias grupo revelação e melhor grupo de música instrumental. Não levou os prêmios, mas a indicação já foi uma grata surpresa para o grupo, que consegue fazer música de excelente qualidade usando elementos de vários estilos, sem que se torne um mero desfile de modas: a saracotia come chorinho, samba, baião, valsa, frevo, rock, MPB e jazz e vai espalhando sementes híbridas para todos os cantos.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal