Uma Tarde

Um curta-metragem de Paulo Tiago.

“O que mais vale é o momento”, diz Hector Costita, em plena forma aos 80 anos

Hector Costita - Foto de Rogério-Vieira_2014_05_16_38491 - Itaú Cultural

“A única coisa que possa ter com 80 anos é ter se arrependido de não ter aproveitado o momento, perdendo tempo em coisas que não tem valor hoje. Cada dia, cada momento, eu tento viver o mais intensamente possível. O que mais vale é o momento.” A reflexão é do clarinetista, saxofonista e compositor Hector Costita, que completou 80 anos no dia 27 de outubro de 2014. Na segunda-feira (01/12), o músico comemora os 50 anos do disco “Impacto”, seu terceiro trabalho autoral, mas o primeiro em que ele apresentou três composições próprias. É curioso saber que um músico como Hector tenha essa sensação hoje de não ter aproveitado tanto o momento, uma vez que ele faz parte da história viva da bossa nova e do samba-jazz.

O papel da arte hoje é apontar caminhos, diz Benjamim Taubkin em debate sobre o filme “Eu Maior”

BENJAMIM_TAUBKIN_01

O papel da arte é chocar? Não é essa a opinião do músico Benjamim Taubkin que, durante uma palestra sobre a trilha sonora que ele criou para o filme “Eu Maior”, na Casa do Núcleo, revelou o que mais gostou do trabalho, que completa um ano de lançamento. O filme é um documentário sobre a busca do autoconhecimento e da felicidade, com base na experiência de vida de 30 pessoas, como artistas como o próprio Benjamim e líderes espirituais, cientistas, filósofos, escritores. Participaram do encontro os diretores do Fernando e Paulo Schultz, que planejam lançar um livro para aproveitar ainda mais todo o conteúdo gerado nas entrevistas. E, em meados do próximo ano, deverá ficar pronto um novo documentário, a princípio chamado de “Mais Amor”.

CD “A Carne das Canções” será lançado no sábado

M

Amor, felicidade, tristeza, rancor, violência, solidão, gratidão, comunhão, desespero e fé. Em “A Carne das Canções”, todos esses estados da alma se transformam em um discurso poético sonoro cuja beleza é capaz de estimular novas visões sobre o Brasil, um país que experimentou a ascensão social baseada no consumo, frente a falência da educação. Esse é o primeiro CD fruto da parceria de Marcelo Pretto e Swami Jr., que será lançado em um show no sábado (29/11), no Auditório Ibirapuera. As letras são de 19 compositores que ou nasceram em São Paulo ou escolheram a cidade para viver.

40 anos da banda Jazzco

Amador Bueno resume a história da banda.

Dani & Debora Gurgel Quarteto faz show no sábado em SP após turnê pelo Paraguai, Japão, Espanha e Itália

Dani & Debora Gurgel Quarteto Japão

Após uma intensa turnê entre setembro e outubro pelo Paraguai, Japão e Europa, o Dani & Debora Gurgel Quarteto se apresentará neste sábado (28/11) na Casa do Núcleo, em São Paulo, tocando as composições de “Luz”, o último CD do grupo. O show contará com a participação especial do violonista Gabriel Santiago, que tocará músicas do quarteto e também sons de “Metropole”, seu mais recente trabalho, gravado com os integrantes do quarteto Thiago Big Rabello (bateria) e Sidiel Vieira (baixo), além do pianista Zé Godoy. Dani & Debora Gurgel Quarteto representa a união de quatro músicos muito talentosos, onde não há um que se sobressaia sobre o outro, assim como em muito o que se ouve em outros grupos, especialmente da música instrumental.

“Eu maior” completa um ano e motiva seis debates

Audiência de documentário ultrapassa um milhão na web.

O jazz latino-americano de Mateus Porto

Mateus Porto

Um som contemplativo e muito inspirador é a marca do primeiro EP do guitarrista e compositor Mateus Porto, que aos 24 anos deixou a sua cidade natal, Pelotas (RS), para morar em São Paulo. O EP tem quatro composições de Porto que exploram ritmos tradicionais do sul do Brasil e da América Latina como chamamé, chacarera, milonga e zamba que transbordam na música instrumental brasileira. Com o uso da técnica de seu instrumento para transmitir delicadeza, saudades e destinos, em uma das músicas o compositor faz até lembrar o violonista Ulisses Rocha, que da mesma forma que Porto, usa a técnica a serviço da poesia.

Espetáculo “Sabiá” faz reflexão sobre o golpe de 1964

CorridoSabia-7 Foto Rodrigo Reis (1)

O espetáculo Sabiá, com texto e direção de Paulo Faria reestreia no 22 de novembro 2014 às 21h30 para uma curta temporada, na sede Luz do Faroeste, depois de passar pelo MuBE Nova Cultural em junho e julho e viagens pelo Interior de São Paulo. Livremente inspirada na canção de Chico Buarque e Tom Jobim, a montagem traz a reflexão sobre os 50 anos do Golpe Militar, como recorte e espelho do que foi e é a realidade de muitas famílias e amigos daqueles que se posicionaram contra e em ação direta ao regime totalitário. A temporada vai até o dia 30 de novembro de 2014.

Festival Expresso Jazz SP espera mais de 2 mil pessoas em sua 4ª edição

Trio Improvisado Sombras

Mais de 2 mil pessoas devem participar da 4ª edição do Festival Expresso Jazz SP, que acontecerá de sexta-feira (21/11) até domingo (23/11) em São Paulo com shows gratuitos no Circo Paratodos da Furnarte, Parque da Água Branca e Casa das Caldeiras. Ao todo, dez bandas se apresentarão no festival, que contará ainda com oficinas de construção de instrumentos musicais para crianças e adultos, feira gastronômica, bazar e oficina de bambolê. O festival vem, desde 2010, abrindo espaço para o debate da arte no País e colaborando na divulgação do som de bandas muito importantes no cenário nacional e internacional. Já passaram pelo festival Bocato, Felipe Lamoglia, Arismar do Espírito Santo, Thiago do Espírito Santo, São Paulo Ska Jazz e o Trio Corrente, que em parceria com o cubano Paquito D’Rivera, ganharam um Grammy.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal