Ederson Moreira Gonçalves

Alto forno produz aço e “Liberdade”

Roger Marzochi, São Paulo, entresons, roger@entresons.com.br

Em meio às altas temperaturas do Alto Forno I da ArcelorMittal Tubarão, em Serra (ES), um empregado do setor colabora na produção de aço e, no mesmo local, conseguiu o apoio para tornar realidade um sonho: participar de um concurso de música promovido pela empresa. Ederson Moreira Gonçalves trabalha há três meses na empresa e, quando viu o anúncio para a inscrição no “Talentos Musicais”, não pensou duas vezes.

Em parceria com o amigo Saulo da Mata, fez um duo de violão que deu vida a uma música autoral que foi criada duas horas antes de subir ao palco para disputar a primeira etapa do concurso. “Eu fui para a casa do Saulo, discutir a nossa realidade… Porque não tivemos tempo de ensaiar. Mas o Saulo disse para deixar Deus nos guiar. E junto fomos criando uma harmonia. E eu comecei a fazer uma base e criamos uma pequena escala de um solo. A música ficou sem nome, porque estava muito em cima da hora”, conta o empregado, de 25 anos.

Quando recebeu a notícia de que haviam vencido a primeira fase, ele mal podia acreditar. Apenas minutos antes de subir ao palco para a segunda fase é que veio a ideia de batizar a música de “Liberdade”. No dia 7 de outubro, durante o ensaio, resolveram dar nome à dupla de “Os Levitas”. “Foi tudo muito espontâneo, desde a autoria até o nome. A música será apresentada pelo duo no show “Talentos Musicais – O Espetáculo”, que a produtora de aço promoverá no dia 23 de outubro, às 20h, no Teatro Carlos Gomes, no centro de Vitória. O entresons fará a cobertura do evento.

“Esse concurso ajuda muito o funcionário, eu acho muito importante”, afirma. “Eu me inscrevi e nem sabia que tinha premiação, mas fiz isso para sair um pouco da pressão da área em que eu trabalho e ir para campo que é de desabafo, de expressão. Sair um pouco da pressão faz bem, até porque está acabando o meu contrato de experiência e fico pensando no que vai acontecer. E e ir para uma área onde se pode colocar todos os acordes ali, isso dá um incentivo grande”, explica ele.

Acordes dos sonhos – Ederson nasceu em São Paulo, mas foi criado em Belo Horizonte. Mora há 14 anos no Espírito Santo, mas chegou a passar um ano Juriti, no Pará, onde teve grande aprendizado de vida. Foi lá que conheceu a mulher que hoje é sua esposa. Trabalhou no comércio e, até mesmo, em uma loja de instrumentos musicais.

A música está em sua vida desde a infância, quando usava pedaços de pau como baqueta e tudo que estivesse ao seu redor como bateria. Mas além pelo seu interesse por instrumentos de percussão, ele começou a se interessar por violão aos 11 anos. Um ano depois, ganhou um Kashima do seu pai.

Como ainda não tinha internet em sua casa, nem dinheiro para comprar livros ou pagar um professor, Ederson sonhava à noite com acordes. “Eu sonhava com acordes e os desenhava num papel. E levava o desenho para a igreja, para saber se ela existia. E foi assim até completar as sete notas musicais, e isso antes mesmo de o violão chegar. Veio de Deus mesmo, até hoje é assim: se for a vontade do senhor de me aperfeiçoar, vou me aperfeiçoar”, explica ele, que é membro da Igreja do Evangelho Quadrangular. “Os meninos da igreja não acreditavam nos acordes que eu desenhava.”

Quando ele aprendeu a tocar “Eu navegarei”, uma canção antiga de sua igreja, ganhou ainda mais o apoio dos pais, mas até deixou as irmãs irritadas, porque foi um mês inteiro tocando a mesma música em vários ritmos. Mas outras músicas vieram e o aprendizado cresceu. “Dentro das minhas possibilidades eu ia evoluindo, e o ouvido chegou também. Aprendendo a ouvir melhor e a ter uma percepção da música.”

 

Comentários
2 Respostas para “Alto forno produz aço e “Liberdade””
  1. Marco Chagas disse:

    Simplesmente incrível ver como existem pessoas com esse poder de criação, ouvi hoje novamente o dueto e a musica é muito boa. Parabéns! Seu fã Marco

Deixe um comentário

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal