anna_trea_credito_bianca_kida

Anna Tréa “somos nozes”

A música tem as suas mágicas, disse-me uma vez Milton Nascimento. E não é que ele estava certo? Desde que comecei a prestar atenção nisso, entendi que ouvir e tocar abrem sempre novos horizontes nunca antes imaginados.  Mais uma prova de que é só ficar atento para perceber o quanto de magia há entre aqueles que fazem um som. É que o programa Sons do Brasil, do músico e produtor Sérgio Sagitta, entrevistou a cantora, compositora e violonista Anna Tréa. A previsão era a de o programa ser transmitido  dia 30 de outubro, o que não ocorreu. A transmissão foi realizada quarta-feira, 2 de novembro, pela rádio USP FM. Segundo Sagitta, teria ocorrido um erro no software da rádio, o que teria ocasionado o problema.

Anna Tréa está lançando “Clareia”, o seu primeiro de muitos outros CDs que com certeza virão. Como ela gravou o CD, que tipo de som ela faz, o que ela tem a ver com a “Árvore Somos Nozes”? Ah, meu amigo, escute o programa, todas as suas dúvidas serão esclarecidas. E também porque ela vai tocar umas três músicas. Eu, que já tenho em mãos o CD, posso dizer que acaba de nascer uma das maiores cantoras do Brasil. Confira no link do Youtube abaixo.

As composições de Anna Tréia estão carregadas de poesia, de mensagens positivas sobre a vida, o amor, o fluxo das canções. Sua voz é muito bonita e o seu swing quando está cantando é contagiante. Como ela também é percussionista, ela toca o violão de uma forma percussiva, estaria certo dizer isso professores? Um violão percussivo, pode? Não sei, é a minha sensação de que o violão repercute suas batidas em emboladas cósmicas. Alguns momentos, não sei por que, me fez lembrar do amigo Tiganá Santana. Há muitas diferenças entre eles, mas também muitas consonâncias. Ambos são embaixadores da beleza de um país profundo, com raízes na cultura popular e na confluência de diversas culturas, naquilo que ficou conhecido como  “Brasil”.

Eu também participarei do programa, contando um pouco sobre minha relação com a música e a criação do blog entresons. Vou ainda sugerir que o programa toque uma belíssima música chamada “Pássaros”, do baterista e compositor Magno Bissoli, que está completando 40 anos de carreira agora em 2016. Agradeço aqui aos amigos jornalistas Nany Gottardi, Matias Ribeiro, Leandro Haberli e ao músico Mário Aphonso III, que sempre me apresentam músicas incríveis que, invariavelmente, transformam-se em posts deste blog. Agradeço também à Mônica Jurado, que sem seu incentivo, não teria participado como saxofonista de várias meditações com tambores, criando uma nova dimensão para os sons. Sem a ajuda de Mônica, Aphonso, Léo H e Moacir Drska não teria saído a música Chuva de Oceano:

Deixe um comentário

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal