SESC Jundia_Tambores Flow_Crédito Mayara Tutumi

Uma meditação musical para a paz em São Paulo

Projeto Tambores Flow, que une meditação à música, realizará uma meditação gratuita aberta ao público, no domingo às 16h, na Praça Victor Civita

Roger Marzochi, da Prana Comunicação; Crédito da Foto: Mayara Tutumi

Uma meditação à céu aberto com o objetivo de enviar energias positivas para colaborar na construção da paz na cidade de São Paulo. Esta é a proposta do evento gratuito que o projeto Tambores Flow, que une meditação à música, realizará no dia 27 de agosto, um domingo, a partir das 16h, na Praça Victor Civita, em Pinheiros (São Paulo). “Quando as pessoas estão juntas meditando, elas polarizam energias e frequências mais amorosas e pacíficas”, diz a meditadora Monica Jurado, que organiza o evento e lidera o Tambores Flow. Essa meditação marca também a formação de tamboreiros do projeto, que regularmente abre cursos para criar maior intimidade entre os praticantes da meditação associada à música. O projeto também oferece cursos de construção de tambores.

A proposta do Tambores Flow é tornar a meditação simples, eficiente e divertida. Com a percussão dos tambores no ritmo do coração, os participantes dessa prática entram em sintonia com suas energias vitais, numa espécie de viagem ao mundo interno, em busca de elevar níveis de consciência, felicidade, beleza e liberdade. Pesquisas têm sido realizadas em todo mundo para entender os efeitos da meditação na saúde, que se traduz em benefícios como redução do stress, da ansiedade, da insônia e da depressão.

Sara Lazar, neurocientista da Escola Médica de Harvard e do Hospital Geral de Massachusetts, foi além. Ela descobriu que, literalmente, a meditação pode mudar o cérebro de seus praticantes. Após se ferir nos treinos para a maratona de Boston, Sara foi orientada a fazer apenas alongamentos. Ela entrou na yoga apenas com esse objetivo, mas o bem-estar proporcionado pela prática instigou sua curiosidade. A pesquisadora estudou o cérebro de meditadores e descobriu que a proporção de massa cinzenta dos praticantes de 50 anos era a mesma de pessoas com 25 anos.

Em uma segunda pesquisa, ela reuniu pessoas que nunca haviam praticado meditação. Em apenas oito semanas, seus estudos mostraram um aumento da massa cinzenta em pelo menos quatro áreas do cérebro. “A meditação é realmente uma forma de exercício mental. E assim como o exercício aumenta a saúde, nos ajuda a lidar melhor com o estresse e promove a longevidade, a meditação pretende conferir alguns desses mesmos benefícios”, diz Sara, em entrevista ao jornal The Washington Post, publicada em maio de 2015.

A meditadora Monica Jurado lidera o Tambores Flow, projeto que une música à meditação

“Quando as pessoas estão juntas meditando, elas polarizam energias e frequências mais amorosas e pacíficas”, diz a meditadora Monica Jurado, que lidera o Tambores Flow.

Monica Jurado, meditadora há 35 anos, associou a música à meditação com o objetivo de facilitar o processo de autoconhecimento. Entre 1999 a 2006, retirou-se para práticas de yoga dos sonhos e se especializou em técnicas do uso da voz falada e mantrada. Monica coordenou o projeto voluntário “Almas em Movimento”, na Penitenciaria Feminina da Capital de São Paulo, de 2008 a 2013, em busca do resgate da dignidade e da essência de mulheres brasileiras e estrangeiras através da meditação e relaxamento com tambores, da voz e da dança. “O evento do dia 27 é importante no sentido de se buscar a ampliação dos benefícios do meditar a mais pessoas, sustentando o desafio de transformar a plateia em protagonistas de seu próprio processo, agentes de sua criatividade e autoconhecimento”, diz Monica.

O evento no dia 27 de agosto tem grande simbolismo ao ser realizado na Praça Victor Civita, uma área que, entre 1949 a 1989, era um incinerador de lixo. A atividade contaminou o solo e, para transformar a área em praça, foi necessário a construção de decks suspensos para evitar que as pessoas tenham contato com a terra do local. Inaugurada em 2008, a praça recebeu o VII Grande Prêmio de Arquitetura Corporativa, na categoria Obras Públicas Green.

 

Deixe um comentário

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal