DSC_4188_20052012_GLAUCIA

entresons press: Glaucia Nasser lança vídeo clipe da música “Olhar de Prata”

A cantora Glaucia Nasser lançou na terça-feira (06/08), na Central das Artes, em São Paulo, o vídeo clip da música “Olhar de Prata”, que está em “Vambora”, seu último CD. O vídeo clip tem direção de Caio Silva Ferraz e Andrei Moyssiadis, com coreografia de Edy Wilson e a participação de dez bailarinos. As cenas, gravadas no porto velho em Santos, expressam a saga da família de Glaucia em sua fuga do Líbano. “Foi um processo colaborativo, no qual a Glaucia chegou com a proposta e o conceito e a gente trabalhou com o objetivo de transmitir esse sentimento”, explica Ferraz. “A Glaucia nos inspirou muito, falou sobre o que significava essa música para ela. E, coincidentemente, também significa muito para gente, porque a gente está começando o trabalho agora e Olhar de Prata é um troféu, uma recompensa da vida por toda a sua luta”, diz Edy Wilson.

A música – uma parceria de Glaucia e Tiago Vianna nas melodias e do compositor Chico Amaral na letra – é um resultado da conexão especial entre sentimentos que a música produz. Por indicação de Nelson Motta, Glaucia enviou a música para Amaral, que a devolveu assim: “Tanto tempo pra chegar / Tanta areia, tanto mar / Meu cansaço nestas rotas, eu e minhas botas / Procurando algum lugar // Pra ganhar aquele olhar de prata na madrugada // Quanto tempo pra cruzar / A fronteira entre nós / Meu caminho sai do mapa / Busca uma paragem / Sem ter pressa de chegar // Pra guardar aquele olhar de prata / Na madrugada / Pra trilhar aquela longa, longa estrada.”

Segundo ela, essa é a estrada de sua família. Quando a cantou no estúdio, lembrou da avó. E essa memória afetiva norteou a interpretação. “Ao lembrar da minha avó, eu me senti cercada de toda a minha família, uma família libanesa que veio para o Brasil, que buscou um lugar onde pudesse respirar. Minha avó veio do Líbano, fugindo da guerra, e encontrou meu avô aqui. Meu bisavó morreu numa noite fugindo de uma invasão turca. Conseguiu abrigo numa fábrica, e acabou morrendo do coração, deixando os irmãos da minha avó sozinhos. Eu terminei a música chorando. E o Chico Amaral não tinha a menor ideia disso. A música promove a conexão de sentimentos”, diz Glaucia.

 

Deixe um comentário

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal