Homenagem a Paulo Moura terá dueto entre Proveta e Yamandu Costa

Paulo Moura Instituto Paulo Moura

O saxofonista e clarinetista paulista Naylor Proveta e o violonista gaúcho Yamandu Costa prestarão uma grande homenagem ao músico Paulo Moura, morto em 2010 após lutar contra um câncer linfático, tendo inclusive feito uma jam session dentro do quarto do hospital. Proveta e Yamandu vão tocar as músicas de “El Negro Del Blanco”, que o violinista lançou em 2004 com Moura, rendendo a este o Prêmio TIM de Melhor Solista Popular, em 2005. O show acontecerá entre os dias 5 a 11 de dezembro, durante a 13ª edição do Festival ChorandoSemParar, realizado em São Carlos. O evento fará uma reverência ao músico de São José do Rio Preto, que swingou no choro, no samba e chorou no jazz, responsável por discos memoráveis como, por exemplo, a obra-prima “Confusão Urbana, Suburbana e Rural”, de 1976. E, de quebra, uma homenagem ao próprio Proveta, que lançou entre o fim de 2015 e início de 2016 os CDs “Coreto no Leme” e “Velhos Companheiros de K-Ximbinho”, em homenagem ao também maestro, arranjador e saxofonista Sebastião de Barros, o K-Ximbinho.

Choro nas “brechas” da indústria cultural

"

Apesar de não tocar no rádio, nem ser exibido na TV, o choro está mais vivo do que nunca. Um festival que já está em sua 12ª edição prova que agora é a hora do choro, como afirma Fátima Camargo, diretora do projeto Contribuinte da Cultura, responsável pelo festival internacional Chorando Sem Parar, realizado em São Carlos. Neste ano, são mais de cem artistas participantes, muitos dos quais, fazem uma homenagem a Heitor Villa-Lobos.

11ª edição do “ChorandoSemParar” homenageia Chiquinha Gonzaga e Luciana Rabello

Luciana Rabello

No ChorandoSemParar 2014 o ano é das mulheres! Desde seu início, em 2004, o festival de música instrumental ChorandoSemParar dedica cada uma de suas edições a um músico em memória e a outro, convidado a participar do elenco. O 11º ChorandoSemParar tem como homenageada in memoriam a maestrina, pianista e compositora Chiquinha Gonzaga; e, como convidada-homenageada, a cavaquinhista e compositora Luciana Rabello. Chiquinha Gonzaga, como se sabe, paira absoluta como o maior nome feminino da história da música popular brasileira; quanto a Luciana Rabello, é com certeza o maior nome feminino do Choro na atualidade.

Ernesto Nazareth é homenageado no ChorandoSemParar

Ernesto Nazareth

O compositor Ernesto Nazareth será homenageado na décima edição do ChorandoSemParar, festival de choro que começa na próxima segunda-feira (02/12) e vai até domingo (08/12) em São Carlos, no interior de São Paulo. No domingo, serão doze horas ininterruptas de música, das 10 horas da manhã às 10 horas da noite. No ano em que se celebram os 150 anos de nascimento do homem que compôs músicas como “Odeon” e “Apanhei-te cavaquinho”, o festival toma uma importante iniciativa para ressaltar a importância do músico na história brasileira, com exposições fotográficas, debates e shows com importantes músicos.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal