“Operação Riga” é um canto místico de liberdade

Victoria Crédito Joana Peressinotto

Música é uma questão de gosto? A repórter e musicista Victória, protagonista do romance ficcional “Operação Riga – Sons entre a guerra e a sublimação”, de Roger Marzochi, sentirá na pele que o som pode destruir, construir e transcender. Enfrentando barreiras para publicar reportagens sobre música no Diário Brasileiro, recebendo muito pouco com as apresentações de sua banda de jazz, Victoria ainda descobrirá segredos sobre sua família que estão intrinsecamente ligados ao mistério dos sons, usados tanto para a guerra quanto para a cura. O ebook chegou na loja da Amazon no domingo, dia 18 de agosto.

Palindrum revela o som oculto de mitologias

PALINDRUM (2)

O músico, compositor e educador alemão naturalizado brasileiro Hans-Joachin Koellreutter dizia a seus alunos em português, com o sotaque carregado, que a música não descreve nada. Quem lembra agora dessa frase é um de seus alunos, o compositor Dyonisio Moreno, ao comentar sobre suas composições para o grupo Palindrum, que lançou seu primeiro CD em setembro de 2015. Além de utilizar em suas músicas um instrumento exótico chamado hang drum, mas parecido com um disco voador, as composições de Moreno parecem revelar segredos ocultos e misteriosos de antigas sociedades, que alcançam altos níveis de deslumbramento. “Koellreutter tem razão, tudo é uma associação cultural. A música pode parecer soar como uma cachoeira, mas na sua cultura. Talvez para os hindus não pareça mesma coisa. Embora seja muito interessante quando uma música desperta sentimentos parecidos entre pessoas diferentes.”

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal