Protesto eleva venda de panelas em 1.964% e irrita líderes liberais

panelas31

Desde o último domingo, quando macondonenses protestaram com um panelaço durante o pronunciamento do presidente do país, Demétrius Rosticoff, as vendas de panelas dispararam nas lojas. Especialistas explicam que parte desse incremento nas vendas é resultante dos furos provocados nas panelas pelas batidas do último domingo. Mas, para a maioria dos cientistas políticos do país, o principal motivo para o crescimento das vendas em 1.964% entre o último domingo e quinta-feira é a disposição dos manifestantes em usar a panela nova como instrumento musical durante o superprotesto agendado para domingo, dia 15 de março. “É bom lembrar que, o crescimento das vendas se deu porque ninguém mais acredita que panela velha é que faz manifestação boa”, diz o cientista político, Olívio Lamou Niê.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal