Artistas tentam salvar um dos últimos espaços do exercício do pluralismo no rádio

Um cadáver ouve rádio - Marcos Rey

A discrepância entre o que se é produzido de música no Brasil e o que veiculado pelos meios de comunicação é tamanha, que um grupo de 156 instrumentistas, cantores, produtores culturais e jornalistas se viu obrigado a lutar pela manutenção da qualidade de uma rádio AM. O Movimento Somos Rádio encaminhou há 15 dias uma carta ao Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta exigindo que a entidade reveja a demissão de dois locutores da Rádio Cultura AM, o que prejudicou programas da emissora que realizavam programas ao vivo com músicos. Apesar da péssima qualidade do AM e dos problemas técnicos, os artistas argumentam que a rádio havia ampliado sua área de atuação com a transmissão de sua programação por meio da internet.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal