Felipe Doro leva a essência da roda de samba ao Sons do Brasil

Felipe Doro

Era madrugada. Felipe Doro acabara de chegar em casa, no Butantã, após a sua primeira visita ao Samba da Vela, em 2003, tradicional reduto do samba paulista que ocorre na Casa de Cultura de Santo Amaro. A característica do samba de terreiro e a energia do lugar o levaram a compor naquela madrugada o samba “Presença Marcante”, que mudou definitivamente a sua história na música brasileira. Hoje, aos 28 anos, o cantor e compositor já reune 213 sambas até a última vez que contou suas composições, em 2011. Felipe, que batalha para lançar seu primeiro CD em 2014, apresentará sambas de nomes como William Fialho, Chapinha, Ricardo Rabelo, Emerson Urso e Tiago Império e suas próprias composições no show “Nos Braços do Samba”, que será realizado amanhã (01/03) no Projeto Sons do Brasil, na livraria Painel Cultural, no Brooklin.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal