Anna Tréa “somos nozes”

anna_trea_credito_bianca_kida

A música tem as suas mágicas, disse-me uma vez Milton Nascimento. E não é que ele estava certo? Desde que comecei a prestar atenção nisso, entendi que ouvir e tocar abrem sempre novos horizontes nunca antes imaginados. Hoje, dia 30 de outubro, às 20h, mais uma prova de que é só ficar atento para perceber o quanto de magia há entre aqueles que fazem um som. É que o programa Sons do Brasil, do músico e produtor Sérgio Sagitta, que vai ao ar aos domingos pela Rádio USP (93,7 FM), vai entrevistar a cantora, compositora e violonista Anna Tréa. Ela está lançando “Clareia”, o seu primeiro de muitos outros CDs que com certeza virão. Como ela gravou o CD, que tipo de som ela faz, o que ela tem a ver com a “Árvore Somos Nozes”? Ah, meu amigo, escute o programa, todas as suas dúvidas serão esclarecidas. E também porque ela vai tocar umas três músicas ao vivo. Eu, que já tenho em mãos o CD, posso dizer que acaba de nascer uma das maiores cantoras do Brasil.

Marcell Ortiz em mega-hertz

Marcell Ortiz foto de Fábio Hurpia

O Multi-instrumentista Marcell Ortiz se apresenta no projeto Sons do Brasil, na livraria Painel Cultural, com as músicas do seu DVD gravado em 2010 “Sintonia”. São 12 composições que mesclam momentos de músicas instrumentais, vocalizes e canções. “Sintonia” faz a fusão de jazz, funk, soul, maracatu e samba. O trabalho tem tudo para ser reconhecido. Ele sempre se inspirou no trabalho do próprio Itamar Collaço, Marcus Miller, Jaco Pastorius, Arthur Maia e Nico Assumpção. E também traz no peito os sons de bandas como Incognito e Spyro Gyra. E fez a sua sintonia em alta frequência.

Silvia Figueiredo se apresenta no Sons do Brasil

Silvia Figueiredo

O Sons do Brasil apresenta nesta sexta-feira (15/03) o show MPB do Clássico ao Pop, que faz uma viagem sonora da cultura musical brasileira entre as décadas de 1920 e 1990, apresentando ao público desde “Abra Alas”, de Chiquinha Gonzaga até “Vamos invadir sua praia”, do Ultraje a Rigor. O show será realizado na livraria Painel Cultural, no Brooklin, em São Paulo às 21h. No palco estarão a cantora Silvia Figueiredo, o violonista Cláudio Santana e o percussionista Julio Dreads.

Maga Lieri volta a cantar com leveza de espírito

Maga Lieri

Ouvir um cantor é como ter um grande amigo, assim como ler um autor de um livro. Existe sempre aquele que, em determinadas situações da vida, aconselham o ouvinte ou leitor na retomada de um caminho que parece ter sido interrompido pela tristeza extrema. A cantora, produtora e ex-advogada Magali Bocchiglieri, que abreviou seu nome para Maga Liere aconselhada pela amiga Adriana Abujanra, ficou um ano e dois meses sem cantar após sofrer todo o ano de 2012 de uma depressão que a impedia de deixar seu quarto, de cantar, ouvir música. Sexta-feira (08/03) ela volta a deixar fluir sua música com a ajuda de muitos amigos e músicos, como Marina Lima, que pela sua história de superação, postura e letras ajudou a cantora a libertar a sua voz. Maga cantará três músicas da cantora e canções do seu segundo disco “Bem Acompanhada”, na qual reforçou suas raízes na black music. O show será na livraria Painel Cultural, no Brooklin, pelo projeto Sons do Brasil.

Felipe Doro leva a essência da roda de samba ao Sons do Brasil

Felipe Doro

Era madrugada. Felipe Doro acabara de chegar em casa, no Butantã, após a sua primeira visita ao Samba da Vela, em 2003, tradicional reduto do samba paulista que ocorre na Casa de Cultura de Santo Amaro. A característica do samba de terreiro e a energia do lugar o levaram a compor naquela madrugada o samba “Presença Marcante”, que mudou definitivamente a sua história na música brasileira. Hoje, aos 28 anos, o cantor e compositor já reune 213 sambas até a última vez que contou suas composições, em 2011. Felipe, que batalha para lançar seu primeiro CD em 2014, apresentará sambas de nomes como William Fialho, Chapinha, Ricardo Rabelo, Emerson Urso e Tiago Império e suas próprias composições no show “Nos Braços do Samba”, que será realizado amanhã (01/03) no Projeto Sons do Brasil, na livraria Painel Cultural, no Brooklin.

5 PRAStANtAS abre temporada do Sons do Brasil

5 prastantas abre

A banda paulista de rock 5 PRAStANtAS abrirá amanhã (22/02) a série de shows do projeto Sons do Brasil, organizado pela Sagitta Produções, de Serginho Silva. O Sons do Brasil nasceu na livraria Saraiva com objetivo de divulgar artistas independentes, já passou pelo Café Paon e agora será realizado na livraria Painel Cultural, no Brooklin, em São Paulo. O entresons divulgará toda semana matérias sobre as bandas que se apresentarão pelo projeto. “A intenção é trazer a boa música que não está ao alcance do grande público, criando este espaço para grandes novos talentos apresentarem seus trabalhos às pessoas que gostam e procuram por novidades. Todas as sextas-feiras um artista diferente apresentando o seu trabalho”, diz Serginho Silva.

Social



Licença de uso

Licença Creative Commons
Os textos do Entresons são publicados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir, retransmitir e distribuir o conteúdo, desde que com crédito (ao site e ao autor do texto), para uso não-comercial e com uma licença similar.

Próximos shows

Assinar: RSS iCal